O deputado Alfredo Kaefer (PSL-PR) disse nesta quarta-feira, 2, que não é hora de mudanças no campo político e que o presidente Michel Temer (PMDB) precisa de um voto de confiança para terminar seu mandato em 31 de dezembro de 2018. “Não é hora de promovermos novas mudanças. A vida nacional entraria novamente num colapso, num tumulto. Estou absolutamente convencido que temos que manter Michel Temer para continuar o mandato e buscar minimamente o ordenamento econômico”, completou Kaefer.

O deputado comentou não estar completamente satisfeito com o atual governo, mas mudar agora, não é a melhor saída. “Eu, pessoalmente, critico algumas medidas da economia pela equipe econômica, mas isso não me leva a razão para querer o afastamento e o seu impedimento (do presidente Temer)”, disse.

Kaefer lembrou que quando a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) foi afastada, todos estavam conscientes que quem assumiria o governo seria Michel Temer. “E essa decisão foi ampla e da maioria porque queríamos um Brasil diferente. O país que veio de uma crise enorme e corrupção absurda, damos ao Michel Temer um crédito de confiança para seguir o seu governo e terminar o seu mandato até o final de 2018”, disse.

(foto: Agência Câmara)