O juiz Sérgio Moro não acatou o pedido da defesa do ex-presidente Lula ()PT) e manteve o depoimento do petista no dia 13 de setembro em Curitiba. No depoimento, Lula será inquerido sob acusação de receber um terreno em São Paulo e compra de um apartamento em São Bernardo dos Campos, frutos segundo a ação, de propinas da Odebrecht.