O Estado e a Itaipu Binacional vão atuar juntos em ações de educação ambiental na revitalização do Rio Iguaçu. O Programa Cultivando Água Boa vai se estender aos 49 municípios lindeiros da bacia do Iguaçu. O governador Beto Richa afirmou que a experiência da Itaipu é importante para ampliar o alcance da educação ambiental no Paraná. “Não abro mão de estabelecer parcerias, agir com transparência e trazer todo mundo em busca de um objetivo”, disse.

“Todas as ações desenvolvidas para a revitalização do Rio Iguaçu foram conseguidas com a participação de gestores locais, prefeitos, vereadores e da sociedade civil. E agora a Itaipu também participa desse esforço conjunto em prol da maior bacia hidrográfica do Paraná”, ressaltou.

A vice-governadora Cida Borghetti lembrou que a iniciativa do Paraná será apresentada no Congresso Mundial de Águas em março de 2018 em Brasília. “Nossa avaliação do projeto de revitalização é extremamente positiva. Temos o compromisso e entregaremos em breve à população do Paraná esse rio limpo, revitalizado e com a recomposição de sua mata ciliar”, disse.

Desenvolvido desde 2003 na Bacia do Rio Paraná, o programa Cultivando Água Boa inclui ações como a recuperação de microbacias, proteção das matas ciliares e projetos de educação ambiental que envolvem escolas, ONGs, prefeituras e grupos da sociedade civil.
A bacia do Rio Iguaçu é a maior do Paraná, com 1.320 quilômetros de extensão e abrange 113 municípios. Além de ser utilizado para a agricultura, abastecimento de água, o rio é também responsável por 70% da energia gerada pela Copel. “Os cuidados preconizados pelo Cultivando Água Boa podem ser replicados no projeto do Rio Iguaçu. São ações educativas voltadas à conscientização da população com relação ao esgoto e os cuidados com as águas fluviais”, salientou o diretor-geral da Itaipu.

(foto: Orlando Kissner/ANPr)